15 Nov 2018

Bohemian Rhapsody



Fui ver. E acabei o filme o chorar por largos minutos. Lembro como se tivesse sido ontem, quando ouvi nas noticias que Freddie tinha falecido não queria acreditar, fiquei em choque, tive a nocao que tinha acabado de perder algo muito importante e presente na minha vida. Eu sabia que ele estava com sida, mas depois das ultimas gravações parecia que tinha a doença controlada. Os Queen, junto com os Pink Floyd eram as minhas bandas que devorava com devoção. Ouvi tantas vezes o album Live Killers que o meu pai, cansado de o ouvir, ameacou que o partia se voltasse a tocar aquilo. E comprei uns ascultadores. 

12 Nov 2018

Postcard from Amsterdam!

Mãos leves e sem medo

Foi assim que encontrei a minha bicicleta na 6a feira ao fim da tarde quando a deixei à porta do supermercado. Porta principal, hora de compras, CCTV camera, centenas de pessoas a entrar, uma barraca de pipocas a um metro e meio, nada disso foi impeditivo para me tirarem o selim. Fiquei obviamente estragado. Fui à Decathlon a ver se comprava outro, não encontrei, e resolvi vir de novo ao Centro Comercial apresentar queixa. Depois de ter sido mandado falar com 3 pessoas e departamentos diferentes, disseram-me para chamar a polícia e apresentar queixa. Chamar a policia por causa disto? E eles fazem o que? Deixem lá isso.
Bem, volto para pegar na bicicleta e vejo por perto uma rapariga a tentar tirar a sua bicicleta sem sucesso. Aproximei-me e perguntei se podia ajudar. Diz-me ela, sim, por favor, alguém tentou partir o meu cadeado usando um selim de bicicleta mas não conseguiram. Um selim? Era o meu! Os camaradas roubaram o meu selim só para com ele tentar torcer o cadeado da bicicleta da rapariga. Apesar de tudo, que sorte eu tive. Bem, isto nas barbas de toda a gente. Esta cidade não tem cura!