10 Aug 2017

Estou como o tempo

Dizem que amor e ódio andam muito juntos e é verdade, acho que estou nessa fase em relação a Londres e este Pais. Não sei se odeio isto ou adoro. Neste momento aquilo que mais queria era fazer as malas e apanhar um avião amanha mesmo, mas tenho a certeza que depois de amanha ia sentir saudades disto. Bolas!
10 anos é muito tempo. Em 10 anos o meu filho passou de adolescente a adulto, perdi o meu pai, perdi amigos, tanta coisa mudou "back home" e eu aqui longe a "fazer pela vida", mas que raio é isso de vida? é isto vida? Este Pais mudou muito, o Brexit transformou-o em algo que sinceramente não gosto, e depois temos a ameaça terrorista, os gangues, os ataques com acido que já vão em 400 desde o principio do ano, e perguntamo-nos, vale isto a pena? A resposta é obvia, tão obvia quanto a pergunta que se lhe segue "e vais para onde?
.
Porque eu só estou bem 
Aonde eu não estou
Porque eu só quero ir 
Aonde eu não vou

Não consigo dominar 
Este estado de ansiedade 
Não sei de que é que eu fujo 
Sera desta solidão 
Vou continuar a procurar 
A quem eu me quero dar 
Porque até aqui eu só: 
Quero quem quem eu nunca vi 
Porque eu só quero quem 
Quem não conheci 
Porque eu só quero quem 
Quem eu nunca vi 

Tenho pressa de sair 
Quero sentir ao chegar 
Vontade de partir 
P'ra outro lugar 
Vou continuar a procurar 
O meu mundo
O meu lugar

3 comments:

Ana said...

Também penso nisso de vez em quando. Mas ainda não me ocorreram grandes alternativas.

PGA said...

O meu conselho é que deixe de ler noticias e ver noticiários.
Vai sentir-se muito mais feliz.
Foque na fotografia e no trabalho.

Anonymous said...

Desculpe discordar, em parte.
Acho que deve estar informado e atento, mas manter-se focado.
Temos direito e devemos sentir as emoções. Não podemos é ser dominados por elas.


M. Azevedo