3 Jul 2016

Xenofobia e racismo

Tenho recebido alguns emails com perguntas sobre os relatos de racismo e xenofobia no UK depois do Brexit. Pessoalmente ainda não tive nenhum problema, até porque vivo e trabalho em Londres, mas tenho conhecimento de alguns portugueses que já foram vitimas de ataques verbais.
Para a maioria dos Portugueses não residentes no Reino Unido, isto pode ser uma surpresa, pois temos uma imagem do povo britânico, "British", snob, educado e gentil que não é exactamente real. Existe sim, uma geração de gente muito educada e simpatica, mas a nova geração, especialmente fora dos centros urbanos nada tem a ver com essa figura estereotipada. Por isso, estes casos não me surpreendem de todo, basta sair das cidades para o constatar. Esta gente sempre teve esse complexo de superioridade em relação a todos, mas agora, com o resultado do Brexit, sentem-se poderosos, perderam a vergonha. 
Sinto muita pena deste Pais que considerava "home", que aprendi a gostar, pena de cerca de 49% de gente fantástica, aberta, solidária, respeitadora que se viu derrotada por uma maioria de gente inculta, pensionistas e classe trabalhadora, fora dos centros urbanos, que decidiram o novo rumo deste Pais. 
Via um dia destes um documentário (agora, já não consigo ver mais) em que uma rapariga, com um péssimo aspecto e mau vocabulário, ao ser questionada porque tinha contado "leave" respondeu que tinha ouvido que os imigrantes estavam a roubar todos os empregos e a viver de benefits por isso já não sobrava dinheiro para eles. Quando o repórter perguntou onde tinha lido isso, ela respondeu, "na internet". E pronto, foi esta gente que decidiu o novo rumo deste Pais.
Eu não gosto deste novo Reino Unido. Algo em mim mudou, perdi a admiração e fascínio por esta terra, não vejo o dia de fazer as malas. Não sei para onde, mas hei-de encontrar um novo rumo.
  

1 comment:

Anonymous said...

Nova Iorque...a não ser que o Trump ganhe.