1 Jul 2016

Cuba - As gentes



Cuba é calor, cores vivas, carros clássicos, mas sobretudo pessoas pobres, mas de um calor humano que nunca mais se esquece. A sua vontade de sorrir, de conversar, de saber coisas do mundo, é tocante. Fazer street fotografia é por isso muito fácil, aqui as pessoas não vem atras de ti a ameaçar-te com invasão de privacidade, as crianças sorriem e posam para ti perante o ar orgulhoso dos pais, longe dos fenomenos da pedófila, do medo dos predadores na internet e outros pesadelos do mundo ocidental. Não tem internet, brincam na rua, conversam uns com outros, não enviam sms. Não quero aqui fazer a apologia da pobreza mas dei comigo a pensar quem será mais feliz, nós, no nosso consumismo e frustrações ou eles na sua pobreza.
Por falar Portunhol, tive a felicidade de conversar imenso com as pessoas e não foram poucas as vezes que tive uma vontade enorme de os abraçar. Na maioria, vi o respeito e admiração que ainda sentem por Fidel Castro, o "nosso pai" como orgulhosamente lhe chamam, para Raul, o seu irmão, respondem-me com quase indiferença, "esse não conhecemos". Todos depositam uma enorme admiração, fascínio mesmo, por viajar e conhecer os Estados Unidos, "ver prédios" como me diziam, e em Obama e nos dólares americanos depositam toda a sua fé na recuperação do seu Pais que amam acima de tudo.
.
.
Sei que os meus seguidores masculinos esperam aqui um comentário sobre as cubanas, mas por respeito às minhas seguidoras femininas, digo somente que são muito... saudáveis! :)

1 comment:

MissLilly said...

Da que pensar sem dúvida! Em vez de aproveitar o que temos aqui e agora estamos sempre a espera de algo maior e melhor. As fotos estão Excelentes!!!